EN 13779

A nova norma européia EN 13779 se concentra na obtenção de um ambiente interno confortável e saudável em todas as estações do ano, a custos aceitáveis de instalação e funcionamento. Atualmente essa é a norma nacional em todos os países. Ela especifica o desempenho exigido dos filtros num sistema para alcançar uma boa Qualidade do Ar Interior (QAI), levando-se em consideração o ar de exteriores. O ar de exteriores é classificado em 3 níveis, de ODA 1 (em que o ar é puro, exceto por poluição temporária, como o pólen) até ODA 3 (com altas concentrações, tanto de gases como de partículas). As partículas se referem à quantidade total de partículas sólidas ou líqüidas presentes no ar. A maioria dos manuais de ar de exteriores ainda usa como referência o PM10 (diâmetro de partículas de até 10 μm). Mas para finalidades de proteção à saúde, há uma crescente aceitação de que se deve dar ênfase a partículas muito menores do que 10 μm. Os poluentes gasosos se referem a concentrações de CO2, CO, NO2, SO2 e COVs (compostos orgânicos voláteis).

A tabela abaixo indica níveis típicos de concentração no ar de exteriores, juntamente com uma sugestão de como categorizar a qualidade.

Concentration levels of outdoor air

Description of air qualityConcentration levels*Category of outdoor air

CO2 (ppm) CO2(mg/m2) NO2 (μg/m2)

SO2(μg/m2)

PM10(μg/m2)  
Rural areas with no significant sources 350 < 1 5 - 35 < 5 < 20 ODA1
Smaller towns 400 1 - 3 15 - 40 5 - 15 10 - 30 ODA2
City centres 450 2 - 6 30 - 80
10 - 50 20 - 50 ODA3

Observe que na maioria das cidades, o termo "nível de concentração normal" para partículas na verdade cai na faixa mais alta (qualidade ruim) para o ar de exteriores, ou seja, ODA 2 ou ODA 3. No caso de partículas, a Organização Mundial de Saúde (OMS) estabeleceu o alvo de se alcançar um nível anual de PM10 abaixo de 40 μg/m³. Esse alvo ainda não foi atingido. Em outras palavras, isso significa que a maioria das pessoas na Europa passam a maior parte de seu tempo em áreas onde o nível do ar de exteriores é classificado como ODA 2 ou ODA 3. Podemos facilmente concluir, portanto, que a aplicação de filtragem adequada é de grande importância na área da saúde.

A nova norma classifica a qualidade do ar de interiores de IDA 4 (baixa QAI) a até IDA 1 (alta QAI). Um método tradicional, mas limitado de determinar a QAI (qualidade do ar interior) é analisar os níveis de CO2. Como o CO2 é produto da respiração humana, é um bom indicador da eficiência da ventilação, mas não da qualidade absoluta do ar. Outro método estabelecido para espaços com ocupação humana é especificar o nível de ar de exteriores adicionado para cada pessoa. Esses tipos de valores são freqüentemente utilizados para dimensionar os sistemas de ventilação. A tabela abaixo mostra variações típicas de níveis de CO2 e índices recomendados de ar de exteriores adicionado, visando obter diferentes categorias de qualidade de ar de interiores. Note que nenhum dos dois métodos leva em consideração os poluentes em forma de gás ou de partículas trazidos para dentro do edifício juntamente com o ar de exteriores.

Classification of indoor air quality

CategoryDescriptionCO2 –level above level of outdoor air (ppm) Typical rangeRate of outdoor air
(m3/h/person)
Typical range, non-smoking area
IDA 1 High IAQ < 400 >54
IDA 2 Medium IAQ 400 – 600 36 - 54
IDA 3 Moderate IAQ 600- 1000 22 – 36
IDA 4 Low IAQ > 1000 < 22

 

Outdoor Air QualityIAQ (Indoor Air Quality)
IDA 1 (High) IDA 2 (Medium) IDA 3 (Moderate) IDA 4 (Low)
ODA1 F9 F8 F7 M5
ODA2 F7 /  F9 M6 / F8 M5 / F7 M5 /  M6
ODA3 F7 / GF / F9 F7 / GF / F9 M5 / F7 M5 / M6
GF) gas filter
Contato

(19) 3847-8810 sac@camfil.com

Para mais informações
KEEP UPDATED!

Subscribe to Camfil newsletter